Sala de terapia

Escuta Psicanalítica

Qual a sua responsabilidade na desordem da qual se queixa?
Sigmund Freud

 

O consultório de um psicanalista é um lugar dedicado a escutar cada sujeito em seu sofrimento, desse modo singular. O analista ao entrelaçar as queixas do analisante ao saber da psicanálise, realiza o trabalho de transformar o que o faz sofrer.


Para Freud;

A despesa envolvida na psicanálise é excessiva apenas na aparência. Inteiramente à parte do fato de nenhuma comparação ser possível entre a saúde e a eficiência restauradas, por um lado, e um moderado dispêndio financeiro por outro, quando adicionamos os custos incessantes das casas de saúde e do tratamento médico e contrastamo-los com o aumento de eficiência e de capacidade de ganhar a vida que resulta de uma análise inteiramente bem sucedida, temos o direito de dizer que os pacientes fizeram um bom negócio. Nada na vida é tão caro quanto a doença - e a estupidez. (Freud, 1913, Sobre o Início do Tratamento.)

 

Freud é o fundador da psicanálise, fez a descoberta do inconsciente, parte do aparelho psíquico desconhecida de cada um de nós. O inconsciente se apresenta nos sintomas, chistes, atos falhos e sonhos revelando uma verdade do sujeito.
É numa virada crucial de seu trabalho que Freud enxerga a responsabilidade de cada sujeito em seu próprio sofrimento. É a partir da responsabilização que é possível uma transformação. Nesse sentido, a análise promove uma responsabilidade que traz liberdade. A partir disso, torna-se possível transformações naquilo do qual o sujeito se queixa em sua vida.
Com mais de 100 anos, a psicanálise se ampara nos efeitos transformadores da linguagem, essa que é constituinte do aparelho psíquico.

soraya_1418132148_Screen Shot 2014-12-09 at 14.34.16.png
 

Endereço